De Villiers dá derradeira vitória à Toyota

20 janeiro 2018

Sem qualquer possibilidade de chegar à vitória absoluta e com o segundo lugar da geral também muito longe, Giniel de Villiers atacou a especial de hoje com o claro objetivo de assegurar o mais baixo do pódio do Dakar. Dito e feito! O sul-africano começou por passar WP1 em terceiro, a 0,48s do colega de equipa Nasser Al-Attiyah, mas passou depois ao ataque para garantir a que foi a sua única vitória em especiais neste Dalkar... e curta!

Ao cabo de 120 km cronometrados o piloto da Toyota só conseguiu uma margem de 40 segundos para Stéphane Peterhansel. O gaulês da Peugeot, que ontem sofreu um acidente e se viu relegado para quarto da geral depois de ter terminado a etapa em 20º, acabou por nunca conseguir atacar de Villiers.

Enquanto isso, no mais baixo do pódio ficou Al-Attiyah. O qatari da Toyota perdeu algum ritmo ao longo da especial, mas precisou apenas de mais um segundo que Peterhansel para concluir a tirada.

Já Carlos Sainz, que só com um grande azar não sairia vencedor deste Dakar, rodou de forma tranquila para terminar em nono, a 3m19s da frente.

Com estes resultados, o espanhol da Peugeot garantiu a segunda vitória absoluta no Dakar, enquanto Nasser voltou a não conseguir o mais alto do pódio e ficou em segundo, a 43m40s do topo. Em terceiro ficou de Villiers, já a mais de uma hora da frente, enquanto o “Senhor Dakar” ficou em quarto.

scroll up