Nuno Matos vence na abertura no Nacional de TT

24 março 2019

A Baja TT do Pinhal abriu a temporada de 2019 do todo-o-terreno em Portugal e Nuno Matos não podia aspirar melhor início de época. O piloto, ao volante de um carro novo, carimbou o regresso a tempo inteiro com um triunfo na geral.

Na estreia do Fiat Fullback Proto, Nuno Matos e Pedro Marcão subiram ao lugar mais alto do pódio, à frente de Alexandre e João Ré, em VW Amarok. Enquanto Tiago Reis e Valter Cardoso, em Mitsubishi Racing Lancer, terminaram no último lugar do pódio.

No arranque das hostilidades da prova da Escuderia Castelo Branco, no Prólogo de sábado, o triunfo foi para o Campeão em título João Ramos que, apesar de duas costelas partidas, garantiu o melhor tempo. Contudo, no fim do SS1 o piloto do Porto via-se batido por Nuno Matos e, já na ligação para o parque de assistência, viu-se mesmo obrigado a desistir com problemas mecânicos na Toyota Hilux.

Desta forma, Matos partiu para o último dia de prova na frente, com Alexandre Ré e André Amaral, segundo e terceiro, respetivamente, como principais adversários. Amaral entrou bem no SS2, mas sem capacidade para ameaçar o comando de Nuno Matos, pelo que teve de se contentar com a segunda posição. Contudo, um problema na embraiagem da Ford Ranger levou a equipa a cometer um erro e capotar, o que a impediu de sonhar com um lugar no pódio. Conseguiu, contudo, terminar em quinto.

Alexandre Ré entrou para a derradeira etapa em segundo, mas alguns contratempos na Amarok impediram-no de lutar pela vitória. De qualquer forma, fechou a sua participação em segundo depois de ainda ter caído para terceiro durante SS2.

Tiago Reis entrou para o último dia em modo de recuperação. Depois dos problemas mecânicos da véspera, a equipa sabia que tinha de atacar. Neste sector fez o segundo tempo, logo a seguir a Nuno Matos, e no encurtado SS3 (a organização teve de diminuir a distância para 38,17 km devido a um incêndio que lavrou na região) foi o mais forte. Com esta abordagem, começou o dia em nono mas acabou em terceiro.

Já no que toca às duas rodas, estreia para Daniel Jordão no mais alto do pódio, que depois de ter terminado o Prólogo em quarto, ascendeu à liderança após o final de SS1, sem que ninguém o travasse. Ainda assim, a vitória não foi fácil já que sofreu queda no último SS e teve de dar tudo o que tinha para chegar ao final. Bernardo Megre foi segundo, com Slavador Vargas a fechar o pódio.

Em relação aos Quads vitória tranquila para Roberto Borrego, que liderou desde o primeiro momento. Atrás dele terminaram Luís Engeitado e Juraj Varga.

A fechar, nos SSV, glória para Pedro Santinho Mendes, neto do antigo Campeão Nacional de TT António Santinho Mendes, que bateu as duplas Vítor Santos/José Pereira e Aristides Júnior/Nuno Brandão.

scroll up