Não houve duas sem três para Oliveira

12 novembro 2017

O jovem piloto português voltou a estar ao mais alto nível na última jornada do Campeonato do Mundo de Moto2, o Grande Prémio da Comunidade Valenciana, que se disputou este domingo no circuito Ricardo Tormo.

Depois de se ter estreado no mais alto do pódio na Austrália e de ter repetido o feito uma semana depois em Sepang, Miguel Oliveira não esteve para meias medidas e confirmou o adágio “não há duas sem três.”

Numa prestação brilhante, o piloto ACP partiu do quarto posto da grelha e, ao contrário do que fez nas duas últimas rondas do Extremo Oriente, em que liderou de início a fim, optou por uma estratégia menos dominadora, mantendo sempre o contacto com a frente do pelotão para ganhar posições de forma gradual e chegar à liderança à 22ª volta.

A partir desse momento o jovem da Red Bull KTM Ajo não deu mais qualquer hipótese aos rivais e deixou o Campeão do Mundo de Moto2 Franco Morbidelli (EG 0,0 Marc VDS) a mais de dois segundos de distância, com o colega de equipa Brad Binder a terminar na terceira posição no que foi, também, o terceiro duplo pódio consecutivo da formação finlandesa.

Com este resultado Miguel Oliveira acabou por concluir a segunda época na categoria intermédia do Campeonato do Mundo de MotoGP no terceiro posto (241) a uns meros dois pontos do segundo lugar garantido por Thomas Lüthi.

O jovem piloto ACP garantiu assim um final de época absolutamente invejável, com três triunfos, duas partidas desde a primeira linha da grelha e uma volta mais rápida, ao que se juntaram ainda mais seis pódios e duas pole positions ao longo da temporada.

Entretanto, a época pode ter terminado para Miguel Oliveira, mas isso não quer dizer que o jovem de Almada esteja prestes a arrumar as luvas até ao próximo ano. Além do teste de oficial Moto2 esta semana (quinta e sexta-feira) em Jerez de la Frontera, Oliveira vai estrear-se na nas 3 Horas SSV Vila de Fronteira, competição incluída no programa das AFN 24 Horas TT Vila de Fronteira, já na próxima semana. O jovem piloto vai fazer tripla Pedro Ferreira e Filipe Campos.

scroll up