No México fala-se espanhol com Dani Sordo no comando

10 março 2018

Foi só uma questão de hábito até que Loeb lhe tomasse o gosto. Porque quem sabe, nunca esquece, o piloto francês da Citroen justificou o seu regresso e está na luta pela vitória no Rali de México, a 3ª prova do WRC 2018. Mérito na prova mexicana para Sordo, o espanhol da Hyundai, que tomou conta dos acontecimentos a partir da terceira especial do dia, terminando a etapa com um lote de sérios candidatos atrás de si.

E se Loeb é por ventura o “cliente” mais perigoso para o lugar de Sordo, devido aos 7,2 segundos de diferença, há mais quatro pilotos que estão em condições de poder chegar á vitória. O 3º lugar é ocupado pelo Toyota Yaris de Ott Tanak a 11,0 segundos, estando na 4ª posição outro Citroen, o de Kris Meeke a 25,0 segundos. Mas há mais dois pilotos na calha para uma luta que se prevê bastante interessante para as nove especiais de hoje. O 5º classificado é o campeão do mundo Sébastien Ogier, que tem o Ford Fiesta a 30,2 segundos de Dani Sordo, seguido de muito perto pelo Hyundai de Andreas Mikkelsen a 31,7 segundos da liderança.

Mas depois deste ilustre lote de seis candidatos, já está tudo demasiado longe. O 7º classificado é Thierry Neuville, que sentiu problemas no motor do Hyundai, já a 2m01,9, sem hipóteses de poder chegar à vitória. Diversas ocorrências ao longo do dia, afastaram também outros pilotos favoritos. Suninen, Lappi e Latvala estão longe dos planos traçados pelas respetivas equipas, devido a acidentes e problemas mecânicos, mas também Evans, que foi obrigado a abandonar por problemas de saúde.

Os três últimos lugares do lote dos dez primeiros classificados são agora ocupados por carros do WRC2, com o Skoda Fabia R5 de Pontus Tidemand a controlar à vontade os destinos desta categoria. Tidemand é o 8º da geral, mas conta com mais de 3 minutos de vantagem para Gus Greensmith num Fiesta R5 que está na 9ª posição, e mais de 7 minutos de vantagem para o 10º classificado, Pedro Heller também em Ford Fista R5.

Para hoje estão agendados mais nove troços ao cronómetro, com a primeira classificativa marcada para as 14h33m portuguesas. O segundo dia do Rali do México irá terminar por volta das 03h00 da manhã. O regressado Loeb parece estar imparável, embora bastante pressionado por cinco pilotos. Sordo vai seguramente tentar resistir aos ataques da concorrência, sendo previsível assistir a uma “guerra” interessante das quatro marcas. Sordo e Mikkelsen pela Hyundai, Loeb e Meeke com a Citroen, Tanak com o Yaris da Toyota e Ogier com o Ford Fiesta. O Rali do México promete!

scroll up