A Volvo estreia-se num apetecível segmento SUV com o XC40

31 outubro 2017

Depois dos sucessos do XC90 e XC60, faltava à Volvo um espaço muito especial entre os automóveis da moda. Um SUV mais pequeno e acessível, mas igualmente seguro, atraente e luxuoso faz agora parte do portefólio da marca sueca que assim pode fazer frente a uma vasta oferta de produtos num segmento que vai continuar a crescer.

A Volvo desvendou em Lisboa a sua nova oferta que só irá chegar ao mercado nacional no primeiro trimestre de 2018, aguçando assim o apetite por um SUV que coloca a segurança acima de tudo, exibe um design cativante e um interior ao nível dos outros modelos da marca. Uma proposta ao nível do construtor sueco, mas com outras dimensões, embora espaço e conforto continuem a convencer qualquer um dos cinco ocupantes.

Um novo carro e uma nova plataforma, num novo segmento que teima em fazer perdurar a sua popularidade. O novíssimo SUV da Volvo mantem a devoção ao design escandinavo, exibindo o ADN da família que identifica as mais recentes gerações de todos os modelos da marca. Funcional e expressivo, o novo XC40 mostra a forte identidade do seu design escandinavo com esboços sempre desenvolvidos em torno das pessoas.

Com adequadas proporções SUV e com posição de condução própria ao segmento, o XC40 oferece soluções de habitabilidade fantásticas, arrumação engenhosa tanto no interior como na bagageira, facilitando não só a vida a bordo, mas também um engenhoso alojamento das bagagens. Para os responsáveis da Volvo o novo SUV da marca é um automóvel com carácter forte e um robot incansável no que toca a novas tecnologias, com destaque para o Volvo City Safety, baseado num eficaz funcionamento conjunto entre um radar e uma câmara. Uma tecnologia inteligente caracteriza também o novo SUV, para além de toda a irreverência causada pelo seu impacto visual.

Quatro motorizações vão mover o Volvo XC40, com os motores diesel D3 de 150 cv e D4 de 190 cv a fazerem parte das ofertas diesel, sendo possível optar por caixa manual de seis velocidades ou Geartronis de 8 velocidades no caso do D3, sendo exclusivamente automática no D4. Em relação aos motores a gasolina, as opções passam pelo T3 de 152 cv com caixa manual de seis velocidades, ou pelo T5 de 247 cv e caixa automática de 8 relações. O nível de equipamento varia entre as versões Momentum e R-Design, com os preços a arrancarem nos 36.639€ para as motorizações a gasolina e nos 39.956€ para os diesel.

scroll up