Gruppe5 2002 de 815 cv vai custar 867 mil euros

13 maio 2019

Os americanos da Gruppe5 meteram mãos à obra transformaram um BMW 2002 dos anos 70 numa “máquina” com mais de 800 cv de potência e 1.100 kg de peso. Mais radical e homologado para circular em estrada, este modelo tem por base os BMW 2002 originais que foram desmontados para incorporar novos componentes na sua carroçaria, como elementos em fibra de carbono.

Quanto ao motor, o bloco original de quatro cilindros também foi substituído por um poderoso bloco V10 de um M5 E60 da BMW disponível com duas configurações: 5.8 litros com 755 cv e 5.9 litros com 815 cv.

Com a produção deste modelo a arrancar no verão, vão ser construídos 300 exemplares, sendo que 100 estarão equipados com o motor mais potente e os restantes 200 vão ser alimentados pelo bloco de 755 cv, com dos os blocos a surgirem acoplados a uma caixa sequencial Xtrac de seis velocidades.

A suspensão é do tipo "push-rod" e conta com amortecedores ajustáveis e molas de alto rendimento. A altura da carroçaria pode ser ajustada num leque de quase 8 centímetros.

Também o interior foi totalmente personalizado embora mantenha o desenho minimalista do BMW 2002 original. Destaca-se o volante Nardi personalizado, os bancos Recaro Pode Position, o painel digital Motec e claro, a combinação entre o couro e a fibra de carbono.

Ar condicionado, sistema detector anti-colisões da Bosh, câmara traseira, sistema de telemetria e um sistema pneumático para elevar a carroçaria, também vão equipar este modelo de visual “vintage” mas que não dispensa ao novas tecnologias.

Embora a produção só esteja prevista para daqui a meses, a fabricante norte-america já está a aceitar encomendas com a versão base (755 cv) a custar valores que se iniciam nos 778 mil euros. Os preços da versão mais potente (815 cv) começam nos 867 mil euros.

scroll up