Volta ao mundo em 800 dias

09 maio 2019

Foram 140 mil quilómetros à volta do mundo em 800 dias, com passagem por 62 países. Francisco Sande e Castro embarcou nesta aventura “muito enriquecedora, onde existiu cansaço mas nunca solidão. Quando se viaja sozinho, os contactos pessoais são mais fáceis de fazer”, confidenciou o motard, que com mais de 60 anos terminou esta grande viagem à porta da sede do Automóvel Club de Portugal.

Tudo começou em Lisboa em setembro de 2012, numa aventura que demorou quase sete anos a cumprir, com etapas distintas. Sande e Castro viveu situações que lhe vão ficar na memória para sempre: na Costa do Marfim e na Guiné Conakri, atravessou a selva e dormiu em aldeias, encontrou piratas no rio Amazonas, no Brasil, teve dois acidentes de viação na India, e até foi detido no Irão, por fotografar uma central nuclear. Tudo se resolveu a bem, e o motard acabou por concluir a aventura da sua vida. A previsão inicial de 80.000 km foi largamente ultrapassada com muito entusiasmo e paixão.

scroll up