Volkswagen Passat GTE mais “limpo” e com maior autonomia

22 agosto 2019

Em setembro, a Volkswagen lança a atualização do Passat com particular foco no novo GTE com um sistema de propulsão híbrida plug-in melhorado. O sistema combinado de 218 cv resulta da potência entre o motor 1.4 TSI de 156 cv com o motor elétrico de 85 kW, oferecendo uma autonomia totalmente elétrica de 55 km. Chega a Portugal com preços a partir de 45.200€ na versão Limousine e 48.500€ na versão Variant (cerca de 5.000€ a menos do que a anterior oferta GTE).

Para poder circular na cidade de forma específica no “E-Mode” depois de ter percorrido um dado trajeto, a Volkswagen reconfigorou neste modelo os modos de funcionamento do sistema híbrido e, deste modo, simplificou a recarga da bateria durante o percurso. Em vez dos anteriores cinco modos de funcionamento, agora são apenas três: “E-Mode” (condução puramente elétrica); o “GTE” (condução desportiva com a potência total do sistema) e o “Híbrido” (mudança automática entre o motor elétrico e o motor TSI).

Ainda no novo GTE, para carregar a bateria durante uma viagem o condutor ativa o menu “Modo de propulsão” através do sistema de infotainment. Aí pode selecionar o modo “E-Mode” e o modo “Híbrido”. Ao acionar o campo “Híbrido”, aparece uma bateria escalonada em dez frações juntamente com um símbolo de igualdade ("=") e uma seta para cima (“^”) e outra para baixo (“?”), respetivamente. Se o condutor pressiona o símbolo “=”, a capacidade energética da bateria mantem-se constante ao nível atual; se pressiona (“^”) a bateria é carregada através do motor TSI e da recuperação da capacidade energética segundo o nível regulado na escala; se pressionar (“?”), a energia pode ser consumida até ao mínimo regulado. 

O Passat GTE está equipado com um carregador de 3,6 kW. Na rede elétrica convencional de 230 volts / 2,3 kW, a bateria (se estiver completamente descarregada) é novamente carregada a 100 % em 6h 15m. Numa Wallbox ou num posto de carregamento de 360 volts / 3,6 kW, o tempo de carga é reduzido para quatro horas. O carregamento começa ao ligar a ficha. Em alternativa, também é possível um carregamento temporizado. A pré-seleção de tempo realiza-se através o sistema de infotainment ou de uma app, como se se tratasse de um controle remoto. Para além do processo de carregamento e dependendo da temperatura exterior, a temperatura dentro do veículo pode ser aumentada ou diminuída através de uma pré-seleção de tempo.

scroll up