Neuville ganhou pela primeira vez em Portugal

20 maio 2018

Foi a primeira vez que um piloto belga venceu o Vodafone Rally de Portugal, a primeira vitória da Hyundai e o primeiro triunfo de Neuville. Com todas estas estreias, não foi batido o recorde de cinco vitórias, partilhado por Markku Alén e Sébastien Ogier, um desempate adiado para uma próxima oportunidade.

Desta vez o belga não falhou e o Hyundai i20 esteve à altura das exigências do piloto, que conquistou cinco vitórias em troços e tomou conta do comando da prova desde a 7ª especial de classificação. Uma estratégia de gestão perfeita, concluída ainda com 4 pontos extra, obtidos pelo 2º lugar na Power Stage, o que sublinha bem a postura de Neuville, que com esta pontuação passa a liderar o WRC 2018 com 19 pontos de vantagem para Sébastien Ogier.

Mas antes de Thierry Neuville pular para o comando do Vodafone Rally de Portugal, a prova do ACP contou com uma constante alternância no comando, assinalando também alguns incidentes que agitaram as emoções de um rali sempre muito técnico e exigente, que contou com cinco líderes diferentes. Ott Tanak foi o primeiro comandante da prova após a Super Especial de Lousada, seguindo-se Hayden Paddon, Kris Meeke e Dani Sordo. Toda esta agitação, antes de Thierry Neuville tomar conta dos destinos da prova, fazendo até lembrar os atos de gestão do campeão Ogier em diversas provas do WRC.

Neuville foi consistente até ao fim, mostrando até que queria sair de Portugal com uma vantagem maior sobre Ogier, quando foi o segundo mais rápido na Power Stage. Penalizado pelo acidente sofrido no primeiro dia, e sem conseguir conquistar qualquer ponto na Power Stage, Sébastien Ogier saiu de Portugal a zero, optando até por desistir, para que o seu Ford Fiesta WRC possa utilizar um novo motor na Sardenha. Mas a M-Sport “vingou-se” do mau resultado de Ogier, ao colocar Elfyn Evans no 2º lugar e Teemu Suninen na 3ª posição.

No competitivo WRC2, Pontus Tidemand começou mal, pois devido a um furo caiu para o 15º lugar da categoria, mas acabou por assinar uma prova extraordinária, recuperando até à vitória, com a Skoda a averbar mais um sucesso.

Em termos nacionais, Armindo Araújo teve vitória dupla no Vodafone Rally de Portugal, dando à Hyundai mais um motivo para sorrir. Armindo venceu para o Campeonato de Portugal de Ralis e foi também o melhor piloto português em prova. Com este triunfo, Armindo Araújo passou a liderar o CPR 2018.

scroll up