Segunda vitória consecutiva de Loeb

13 janeiro 2019

Primeiro à partida depois do triunfo de sexta-feira e primeiro à chegada, assim se resumo de forma absolutamente simples o dia de Sébastien Loeb no Dakar. Contudo, nem tudo foram rosas para o piloto da Peugeot.

Loeb começou por perder a liderança logo na fase inicial, com Nasser Al-Attiyah a assumir o comando da jornada à passagem pelo WayPoint 1 com uma vantagem de 45 segundos sobre Stéphane Peterhansel e de 45 sobre Loeb.

O piloto Alsácia não tardou a responder e no controlo seguinte já rodava em segundo, se bem que a mais de um minuto da frente. Por essa altura o qatari apresentava um ritmo forte e levava a crer que estava a caminho de mais uma vitória. Contudo, e como é habitual no Dakar, nada está decidido antes da linha de meta e Al-Attiyah e Loeb perderam-se em busca de um WayPoint ao quilómetro 272 da especial. Os dois acabaram depois por encontrar a rota certa para o controlo virtual de passagem, mas o piloto da Toyota teve mais dificuldades e viu a vantagem de 1:17s converter-se num atraso de 1:26s.

Daí até final só deu Loeb, que assim assinou mais vitória e recuperou pouco mais de dois minutos para o líder da geral, precisamente Al-Attiyah. Ainda assim, muito pouco para anular os ainda mais de 37 minutos de atraso resultantes das dificuldades que sentiu na 3ª Especial.

A fechar o pódio deste domingo ficou Carlos Sainz, a quase sete minutos de Loeb. O espanhol liderou um quarteto de Minis, seguido de Cyril Despres, Nani Roma, vencedor da Baja Portalegre 500 do ano passado, e Peterhansel, que acabou por ter um dia para esquecer.

Depois de ter rodado entre os primeiros, o “Sr. Dakar” deparou-se com dificuldades na travessia das dunas de Tanaka, perdendo muito tempo e caindo na classificação. Apesar de ainda ter recuperado um pouco quando Loeb e Al-Attiyah se perderam, o homem do Mini acabou por terminar a mais de 18 minutos da frente e com isso caiu algumas posições na geral, estando atrás de Loeb.

scroll up