Quinta geração do Supra tem assinatura Gazoo Racing

17 janeiro 2019

O novo Toyota GR Supra, quinta geração do lendário desportivo da Toyota e o primeiro modelo GR global a ser produzido pela TOYOTA GAZOO Racing, faz sua estreia mundial em 14 de janeiro de 2019 no Salão Internacional do Automóvel de Detroit.

O novo Toyota GR Supra foi concebido como um carro desportivo na sua forma mais pura, sem qualquer compromisso que diminuísse o prazer da experiência de condução. O engenheiro-chefe Tetsuya Tada aderiu à fórmula clássica de motor de seis cilindros em linha montado na dianteira que impulsiona as rodas traseiras, aproveitando a herança das antigas gerações Supra da Toyota e do desportivo original 2000GT. Os entusiastas da condução podem contar com uma mistura emocionante de potência, agilidade e precisão de comportamento, alcançados graças à combinação de uma curta distância entre-eixos e de vias largas, peso leve, baixo centro de gravidade e carroçaria altamente rígida.

O motor de 3.0 litros beneficia de um turbocompressor twin-scroll e produz 340 cv e 500 Nm de binário. Acoplado a uma transmissão automática de oito velocidades, é caraterizado por uma aceleração suave e potente, com grandes quantidades de binário disponível em todo o espectro de velocidades do motor.

A TOYOTA GAZOO Racing foi fundamental para apurar o desempenho deste novo desportivo, trabalhando intensamente na famosa pista de Nürburgring Nordschleife e nas estradas limítrofes na Alemanha, a fim de alcançar a condução mais ágil, estável e envolvente. Outros testes igualmente prolongados foram levados a cabo em estradas por todo o mundo.

Para ter certeza de que o carro cumpriu o que prometia, o presidente da Toyota, Akio Toyoda, testou-o ele próprio em Nürburgring no seu papel de Piloto Mestre antes de dar a luz verde final. As entregas aos clientes do novo Toyota GR Supra terão início a partir do final do verão de 2019, sendo este novo modelo fabricado em Graz, na Áustria.

Design de puro desportivo

Mesmo à primeira vista se torna claro como a herança dos automóveis desportivos da Toyota foi referenciada no design do novo Toyota GR Supra. A influência do 2000GT, em particular, é evidente no capot longo, na carroçaria compacta e no teto com duas bolhas, enquanto a aparência distinta da quarta geração do Supra é capturada no estilo à frente e atrás, especialmente nas asas traseiras e no arco do spoiler integrado. Os pontos de contacto vão para lá dos que os olhos vêem, no entanto, dado que o novo Toyota GR Supra partilha a mesma fórmula clássica de desportivo dos seus celebrados antecessores, com potente motor de seis cilindros montado na frente e tração traseira.

O tema de design do Toyota Supra foi primeiro injetado pela Toyota no dramático concept-car FT-1, estilizado pelo estúdio CALTY na Califórnia e revelado em 2014 no Salão Internacional do Automóvel de Detroit. O designer-chefe do Toyota Supra, Nobuo Nakamura, deu à sua equipa um breve resumo sobre o conceito "Condensed Extreme", evitando propositadamente quaisquer palavras emotivas para que pudessem expressar a sua visão de um desportivo puro e individual materializada num design verdadeiramente original.

Com o engenheiro-chefe Tada a tentar proporcionar o máximo de prazer de condução, sabia que a minha missão era criar um design que fosse visualmente e fisicamente entusiasmante para os fãs de carros desportivos”, referiu. “Usando uma configuração de motor dianteiro de seis cilindros em linha e tração traseira - algo raramente visto nos carros de hoje - consegui alcançar algo que vai além dos limites da Toyota”.

O conceito "Condensed Extreme" diz respeito diretamente ao conceito geral do veículo, compreendendo três elementos principais: uma curta distância entre-eixos, rodas grandes e ampla largura; o tenso habitáculo de dois lugares; um capot longo com uma carroçaria compacta que reflete a combinação de sistema motopropulsor de seis cilindros em linha e tração traseira.

Nakamura imaginou um carro que é indiscutivelmente moderno no design, mas evoca o romanticismo do estilo dos automóveis desportivos clássicos. O resultado aproximou-se dos limites do que poderia ser fabricado em volumes maiores, em particular as curvas poderosas dos flancos traseiros.

No design final, o tema "Condensed" é evidente na relação entre os pneus de grande diâmetro do Toyota GR Supra, a curta distância entre-eixos e o comprimento total. É notável que a distância entre-eixos seja menor do que no coupé GT86 e que os pneus sejam maiores. "Extreme" é interpretado na postura ampla do carro, com proporções apertadas do habitáculo e vias largas, contribuindo para elevados níveis de manobrabilidade e de estabilidade.

O design foi definido com precisão para que pudessem ser obtidas as caraterísticas ideais de resistência ao arrasto e levantamento e um equilíbrio ideal do peso na dianteira e na traseira. Por exemplo, o teto de dupla bolha não é simplesmente um recurso de estilo inspirado na herança estilística sendo igualmente eficaz na redução do arrasto, reduzindo a área frontal do carro, sem sacrificar o espaço no habitáculo.

O design frontal foi inspirado na quarta geração do Supra, mas com uma aparência ainda mais expressiva, com a baixa postura enfatizada por uma proeminente grelha central ladeada por grandes entradas de ar que são essenciais para o arrefecimento do motor. As óticas principais distintivas têm um arranjo de LED de seis lentes e incorporam os indicadores de mudança de direção e luzes de condução diurna. Ao posicionar as unidades das lâmpadas mais perto do “nariz” do carro foi conseguido um superior volume visual e torna mais impactantes os flancos dianteiros do tipo concha.

Na vista lateral, o baixo capot gera uma linha dinâmica que flui para trás a partir do “nariz” baixo do carro, enquanto a aresta traseira do capot e o spoiler traseiro foram posicionados quase à mesma altura e unidos por uma linha de cintura baixa. A parte de baixo da carroçaria tem uma ligeira inclinação para a frente, enquanto o habitáculo tem uma forte inclinação para trás, com pilares dianteiros escurecidos e linhas de carácter na secção lateral do tejadilho, enfatizando o compacto e “nervoso” habitáculo. As soleiras robustas e de aparência esculpida ajudam também a expressar a elevada rigidez do carro. Na Europa, o Toyota GR Supra será equipado de série com jantes de liga leve forjadas de 19 polegadas, leves mas altamente rígidas, com finos raios pretos e polidos alternados.

Na parte traseira, o lábio do spoiler em arco foi otimizado para suprimir a elevação, enquanto uma forma trapezoidal no pára-choques traseiro gera uma sensação de movimento para baixo e para fora em direção aos pneus. Os grupos óticos traseiros mostram um simples efeito de anéis internos, enquanto os faróis de nevoeiro traseiros e as luzes de marcha-atrás são formadas por pontos de LED agrupados ao centro do pára-choques inferior.

O estilo evocativo do Toyota Supra será mostrado no seu melhor por uma gama de oito opções de cores diferentes para a pintura, incluindo fortes tons vermelhos, amarelos e azuis. Um novo acabamento Matt Storm Grey estará disponível para uma versão de edição especial, acrescentando drama visual extra e textura parecida com metal às superfícies curvas do carro com acabamento mate e um toque de azul.

scroll up